Carregando...

Avaliação - H. Stagnari Tannat Viejo Tannat 2006

  • Nota do Avaliador
    92
    Excelente
  • Média Geral
    (4 avaliações)
    91
    Excelente
Mais informações sobre este vinho...
Pingos
1
  
Compartilhe

Notas da Avaliação

Para quem aprecia a cepa este vinho é dos exemplares mais interessantes. Os uruguaios sabem como ninguém domar os taninos da tannat, neste caso, apesar de serem muito evidentes, estão perfeitamente "polidos". Retinto, a cor já antecipa a intensidade dos aromas e sabores. No olfato apresenta tons frutados frescos (cassis e framboesa ) e secos (ameixas), especiarias (canela e cravo), adocicados como compotas, leve odor de couro, e uma madeira muito bem integrada. No palato preenche a boca, aveludado, adocicado, muita fruta. Àqueles que gostam de um churrasco, fica a sugestão que vale a pena conferir.

 ExcelenteMuito bomBomRegularInsuficiente


Análise Visual
Limpidez54321
Aspecto108642
Tonalidade
Vermelho Violeta
Vermelho Roman
Alaranjado

Vermelho Púrpura
Vermelho Sangue
Marrom

Vermelho Rubi
Vermelho Alaranjado
Ocre

Vermelho Cereja
Vermelho Amarelado
Café

Vermelho Framboesa
Atijolado
Álcool
Leve
Moderado
Alcoolico


Análise Olfativa
Intensidade87642
Nitidez65432
Qualidade161412108


Análise Gustativa
Intensidade87642
Nitidez65432
Qualidade2219161310
Persistência87654
Apreciação Global1110987
Total de pontos92

Comentarios

Adicione seu Comentario


comentário

Outras Avaliações do H. Stagnari Tannat Viejo Tannat 2006

Avaliação N° 22740
04/02/09
Aos amantes de Tannat. Apesar de esperar um pouco mais do vinho ainda assim um vinho marcante. Harmonizacao: carnes fortes de gado ou selvagens.

0 comentario(s) | mais detalhes...
Extraordinário 
Pontuação
96
Pingos
2
  
Avaliação N° 35356
10/10/09
Cor rubi intensa, aroma agradavel sobresaindo ameixa preta, tanino bem marcante, retrogosto longo

1 comentario(s) | mais detalhes...
Muito Bom 
Pontuação
87
Pingos
1
  
Avaliação N° 52980
21/04/10
vinho generoso, com bom corpo, coloração escura, bastante tânico, persistência média. com tanto álcool é difícil ser harmônico. pede a companhia de carne de rês ou caça.

0 comentario(s) | mais detalhes...
Muito Bom 
Pontuação
87
Pingos
1
  

Rafael A. Castro Marques também avaliou

Avaliação N° 54970
22/05/10
Demasiado alcoólico, o corpo um tanto esquálido não conseguiu acompanhar. No olfato, pouca fruta madura, algo de tabaco. No palato, um tanto amargo, taninos presentes e em descompasso com o resto. Não me agradou.

0 comentario(s) | mais detalhes...

Regular 
Pontuação
60
Pingos
1
  
Avaliação N° 54919
21/05/10
Vinho muito bom, ótimo corpo, aveludado. Muita fruta madura, com madeira bem entrosada. Logo que aberto apresentou odor de acetona, talvez por ser bastante alcoólico, o que não persistiu por muito tempo. Bastante tânico (característica da mouvedre). Pede acompanhamento.

0 comentario(s) | mais detalhes...

Muito Bom 
Pontuação
88
Pingos
1
  
Avaliação N° 54912
21/05/10
Safra 2005 degustado na metade de 2009, ainda muito jovem. No nariz, notas características de framboesa, algo herbáceo, além de um aporte de baunilha; sensações que se repetem na boca. Exageradamente alcoólico, o que dificultou o exame gustativo. Persistência mediana. No geral é um bom vinho,...

0 comentario(s) | mais detalhes...

Muito Bom 
Pontuação
82
Pingos
1
  
Avaliação N° 15612
31/07/08
Degustado em julho de 2008. De cor vermelho-granada quase âmbar, translúcido. No nariz algo de madeira, frutado, lembrando muito ameixas secas, de baixo para médio corpo, taninos suaves, considerável acidez. Na minha percepção já estava passado quando degustado, outras safras como 2001 e 2003,...

0 comentario(s) | mais detalhes...

Regular 
Pontuação
69
Pingos
2
  
ver mais avaliações de Rafael A. Castro Marques